DESEJO

Não há nenhuma árvore Bodhi,

Nem lugar para um espelho brilhante.

Uma vez que tudo é vazio,

Aonde irá a poeira se assentar?

Se tudo é vazio, onde irá o desejo aparecer?

Se tudo é vazio não há o que limpar, não há o que desejar.

Qualquer desejo por mais altruísta e equânime que seja ainda pressupõe um Eu que deseja, e como tal provoca sofrimento. Há ainda um Eu que quer alguma coisa, e portanto não está completo.

Quando largamos corpo e mente quando renunciamos a tudo, o que há para desejar?

Se já somos Buda e Buda é completude, o que há para desejar?

Completude não é ter tudo, o que é impossível, mas renunciar a tudo, e, portanto, nada desejar. Quem acha que zen é adquirir seja o quer for, está no reino dos espíritos famintos: nunca será saciado. Sempre terá desejos.

Zen é largar corpo e mente.

Mestre Eckhart, místico cristão, falando sobre a pobreza de espírito de que fala Cristo diz que o verdadeiro pobre é o que nada quer, nada tem e nada sabe.

Cito:

Enquanto o homem ainda tiver consigo que sua vontade seja querer fazer a Vontade de Deus, a qual ama acima de tudo, então este homem não tem a pobreza à qual nos referimos. Pois este homem ainda possui uma vontade com a qual quer satisfazer a Vontade de Deus. E isto não é a verdadeira pobreza. Porquanto tenha o homem verdadeiramente pobreza, deve ele estar tão vazio de sua vontade criada, como ele se encontrava quando ainda não era. Pois eu vos digo pela Verdade Eterna: enquanto tiverdes o propósito de fazer a Vontade de Deus e tiverdes o ardor pela eternidade e por Deus, não sereis propriamente pobres. Pois somente é um homem pobre aquele que nada quer e nada cobiça.”

Podemos dizer que enquanto alguém tiver o propósito de se iluminar e ardor pela vacuidade ainda está sob o domínio do Eu, ainda está deludido. Devemos estar vazios de tudo, até mesmo do vazio. Sentar por sentar só é sentar por sentar se não houver desejo.

Como um bobo, como um tolo...


“Caro amigo, não vês

este homem do satori

que parou de estudar

e está inativo?

Ele nem procura afastar

as ilusões nem encontrar a verdade.”

Shodoka


Aqui, só a prática pode nos ajudar. Está além do pensamento.

Em gasshô

Dozen Muni

4 visualizações