O Zen Budismo

Sutra da Flor de Lótus da Lei Maravilhosa (Cap. XXV)
  • Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

   SUTRA DA FLOR DE LÓTUS DA LEI MARAVILHOSA (CAP XXV)
                 POEMA DO PORTAL UNIVERSAL DE KANZEON BODISATVA

  Honrado do Mundo, possuidor de todos os sinais sutis,
Novamente permita-me perguntar sobre os     
relacionamentos desta Criança-Buda
Por que razão é chamada de Kannon?
e Buda respondeu:
  Ouçam ! Kanzeon pratica o bem
em todos os locais e direções.  
Fez um voto vasto e profundo como os oceanos,     
inconcebível na sua eternidade.  
Foi ao servir infinitos Budas que despertou  
para este juramento de grande pureza.
Deixe-me brevemente explicá-lo:
 
Quem ouve  seu nome, vê sua presença  
e sempre o mantém no coração e na mente,  
poderá terminar com as tristezas da vida.
Se alguma força do mal o jogar numa fogueira,  
pensar no poder de Kannon,  
transformará a fogueira em água.  
 
Se no grande oceano, entre perigos de peixes,  
dragões e demônios,
pensar no poder de Kannon,
as ondas não o poderão submergir.

Se do topo do Monte Sumeru,  
pessoas quiserem empurrá-lo,
pensar no poder de Kannon,
o fará pousar estaticamente, assim como o sol.
 
Se perseguido por seres ferozes  
e jogado do Monte do Diamante,  
pensar no poder de Kannon,
fará com que nenhum fio de cabelo seja tocado.
Se encontrar loucos com espadas querendo feri-lo,  
pensar no poder de Kannon,
todos os seres insanos se dirigirão à bondade.

Se encontrar sofrimento imposto pelas leis,
a vida para ser executada,
pensar no poder de Kannon,
faz com que a arma de execução
se parta em pedaços.
 
Se aprisionado, encurralado, acorrentado,  
pernas e braços algemados,
pensar no poder de Kannon,  
o libertará completamente.

Se for encantado ou envenenado,
alguém quiser ferir seu corpo,
pensar no poder de Kannon,  
tudo reverterá à pessoa de origem.
         
Se ameaçado por hakshanas malvados,  
dragões venenosos e demônios,
pensar no poder de Kannon,
fará com que ninguém possa feri-lo.
 
Se perseguido por bestas ferozes,  
presas aguçadas e garras apavorantes,
pensar no poder de Kannon,
instantaneamente ao som de sua voz, eles fogem.

Trovões e raios, tempestades e furacões,
pensar no poder de Kannon,  
todos se dispersam.

Se vivos, porém esmagados e pertubados,  
oprimidos por dores infinitas,  
Kannon, com o poder de sua sabedoria maravilhosa,     
poderá salvar este mundo do sofrimento!
 

Perfeito em poderes sobrenaturais.
Praticando amplamente com sabedoria e tato.
Nas terras do universo não há um lugar
onde não se manifeste.
 
Todos os estados negativos da existência,     
inferno, fantasmas, animais,  
sofrimentos de nascimento, velhice, doença e morte,
Todos gradativamente serão terminados!
 
Verdadeiro observar, observar sereno,  
observar de sabedoria de longo alcance,
observar de misericórdia,observar de compaixão.
Tanto esperado, tanto esperado!

Pura e serena em radiância.
A sabedoria do sol destruindo as escuridões,  
controlador de tempestades e incêndios,
que ilumina todo o mundo,  
lei de piedade, tremor do trovão!
 
Compaixão maravilhosa, como uma grande nuvem,
caindo simultaneamente chuva espiritual como néctar,  
apagando as chamas da tristeza!

Em disputas  frente a um magistrado,  
ou com medo no campo de batalha,  
se pensar no poder de Kannon,
todos os seus inimigos se renderão!
    
Sua é a voz maravilhosa, 
voz de observador dos sons do mundo,   
voz de Brahman, voz de maré crescente,  
voz de todo o mundo!
Sempre para ser relembrada,  
sem nenhum pensamento de dúvida.
Observador dos lamentos do mundo,
puro e santo, em dor, tristeza, morte e calamidade,
capaz de ser alívio e salvação íntegros.
       
Perfeito em todos os méritos,  
com olhos de compaixão, observando a todos.
infinito oceano de bênçãos!
Quiçá poder reverenciá-lo.
Então o Bodhisatva Protetor da Terra  
levantou-se e indo em frente a Buda, disse:

"Honrado do Mundo!
Saiba que não são poucos os méritos daqueles
que ouvirem sobre as atividade superiores  
e os poderes transcendentais, em todas as direções,  
do Bodhisatva Kannon aqui entoados."

Ao escutar a explicação de Buda, 
os oitenta e quatro mil presentes na Assembléia  
elevaram seus corações à Iluminação incomparável
obtendo a mente  
 ANOKUTARA SAN MYAKU SAN BODAI