O Zen Budismo

O verso de arrependimento
  • Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

Sangue-mon

Ga shaku sho zô sho aku gô
Kai yû mu shi ton jin tchi
Jû shin ku i  shi sho shô
Is-sai ga kon kai san gue

Todo carma prejudicial alguma vez cometido por mim
Devido a minha ganância, raiva e ignorância
Nascido de meu corpo, boca e mente
Agora, de tudo eu me arrependo.